Casa Ferreirinha – História e Arte Marcolino Sebo Wines – Quinta da Pinheira Colheita Seleccionada 2010 and Visconde de Borba Reserva 2011

A Adega do Cartaxo e o renascer do Ribatejo

Texto João Pedro de Carvalho

Fundada em 1954, por um grupo de 22 associados, a Adega Cooperativa do Cartaxo tem raízes numa região com uma forte tradição vitivinícola onde existem referências históricas a esta actividade, anteriores ao seculo X. A Adega funcionou até 1974 nas instalações da antiga Junta Nacional do Vinho (actual IVV), desde então labora nas actuais instalações, sempre investindo no reforço dos seus recursos humanos e tecnológicos ao serviço de uma melhor produção vinícola. Na actualidade a Adega do Cartaxo possui 216 associados com uma área de vinha de 616 hectares dos quais 244 são DOC e 370 IGP, sendo sem sombra de dúvidas mais um dos bons exemplos em que uma Adega Cooperativa se soube remodelar e actualizar face às necessidades do mercado e as exigências do consumidor. A remodelação da imagem dos seus principais vinhos criando rótulos apelativos e distintos fazem parte dessa nova imagem, a qualidade dos vinhos com enologia a cargo do Engº Pedro Gil tem valido inúmeros reconhecimentos dentro e fora de portas.

Blend-All-About-Wine-Adega Cooperativa do Cartaxo-Ribatejo Reborn-Winery

Adega do Cartaxo – Foto Cedida por Adega Cooperativa do Cartaxo | Todos os Direitos Reservados

Num portfólio recheado de inúmeras referências, decidi focar a atenção naqueles que para mim são as estrelas da companhia, cabendo ao Bridão Private Collection 2013 ser o primeiro de um conjunto de três vinhos escolhidos. Neste vinho o lote é a meias entre a Touriga Nacional e Alicante Bouschet, com estágio de 10 meses em barricas de carvalho Português. Um vinho maduro, concentrado e opulento, carregado de fruta madura com toque de especiarias. Boa a frescura que o rodeia, macio e guloso, e com uma boa complexidade e a facilidade com que cativa, diga-se que é daqueles vinhos que facilmente agrada sem ter muito que pensar, porque quem bebe vinhos não tem de perder tempo a pensar, bebe porque sabe bem e este vinho sabe bem, sabe muito bem.

Blend-All-About-Wine-Adega Cooperativa do Cartaxo-Ribatejo Reborn-Wines

The three wines – Photo by João Pedro de Carvalho | All Rights Reserved

Dando o salto até ao Bridão Reserva branco 2014 onde despontam as castas Fernão Pires e Arinto, com fermentação e estágio em barrica de carvalho Francês durante 3 meses. O resultado é um branco que alia o peso da fruta com uma boa frescura e sensação de aconchego conferida pela madeira. O conjunto de aromas é convidativo de tal forma que literalmente sugere uma tarte de limão merengada tanto em aroma como no sabor onde a acidez se mostra vincada mas com o espectável arredondamento/cremosidade conferida pela passagem na madeira. Bom a acompanhar peixes no forno ou grelhados com molho de manteiga e limão. Para terminar o Bridão Reserva tinto 2013 que junta Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Tinta Roriz e Syrah, com estágio de 6 meses em barricas de carvalho Francês. Tudo muito bem embrulhado com notas vegetais bem frescas, frutos do bosque em tons negros muito maduros, a madeira envolve o conjunto e nota mais para o bom trabalho realizado com as barricas. Boa complexidade num perfil sério de que se é fácil de gostar, apelativo apesar da ligeira austeridade que aparenta ter, algum tabaco, pimenta, ligeiro balsâmico a mostrar-se em pano de fundo. São três vinhos bastante apelativos com preço abaixo dos 10€ que facilmente conquistam o consumidor à mesa, haja pois boa comida por perto.

Contactos
Adega Cooperativa do Cartaxo
EN 365-2 2070-220
Cartaxo, Portugal
Tel: (+351) 243 770 987
Fax: (+351) 243 770 107
E-mail: geral@adegacartaxo.pt
Website: www.adegacartaxo.pt

Partilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
LINKEDIN
About João Pedro Carvalho
Wine Writer Blend | All About Wine

Leave a Reply

Your email address will not be published.