Posts Tagged : Vinho Verde @en

Quintas de Caiz, nas Encostas do rio Tâmega

Texto João Pedro de Carvalho

Quintas de Caiz é um projecto muito recente no panorama vínico nacional que fica enquadrado na região dos Vinhos Verdes. Fruto da paixão que a família Freitas tem pela terra e da vontade de criar algo distinto que fosse ao mesmo tempo um bom exemplo daquela região, mais propriamente daquelas encostas por onde serpenteia o rio Tâmega. Os três vinhos Encostas de Caiz provados, todos de 2014, daquela que foi a primeira colheita a ser colocada no mercado.

Blend-All-About-Wine-Quintas de Caiz-Vineyard quintas de caiz Quintas de Caiz, nas Encostas do rio Tâmega Blend All About Wine Quintas de Caiz Vineyard

Vinhas Quintas de Caiz – Foto Cedida por Quintas de Caiz | Todos os Direitos Reservados

Vinhos irrequietos, com os nervos próprios de terem sido engarrafados muito recentemente quando me tinham chegado às mãos. Digo e repito que regra geral os vinhos oriundos desta região beneficiam quase sempre com um a dois anos de estágio em garrafa, aquele tempo mais que suficiente para deixarem os nervos de lado e quando se mostram estarem sem tremideiras ou faltas de memória. Com um arejamento prévio a coisa compôs-se e a prova foi bastante convincente da qualidade destes novos Encostas de Caiz.

O primeiro vinho provado foi o Encostas de Caiz Grande Escolha 2014, lote feito de Alvarinho e Loureiro. De todos o que menos disse, com o Loureiro completamente sequestrado pelo Alvarinho o conjunto precisa de tempo com tudo ainda muito tenso e em fase de afinação. Não obstante mostra-se envolto em frescura, com nervo suficiente para se poder desembrulhar à vontade num par de anos. Melhor o Encostas de Caiz Grande Escolha Alvarinho 2014, se bem que também este a mostrar que precisa de mais algum tempo em garrafa. Muito fresco e bem afiado nos aromas e sabores, conjunto bastante apertado, tenso e pouco ou nada tropical com domínio de frutos de pomar bem maduros embrulhados em frescura com nuances de flores e a austeridade mineral a dominar em pano de fundo.

Blend-All-About-Wine-Quintas de Caiz-Encostas-de-Caiz quintas de caiz Quintas de Caiz, nas Encostas do rio Tâmega Blend All About Wine Quintas de Caiz Encostas de Caiz

Trio Encostas de Caiz – Foto Cedida por Quintas de Caiz | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quintas de Caiz-Sardines quintas de caiz Quintas de Caiz, nas Encostas do rio Tâmega Blend All About Wine Quintas de Caiz Sardines

Sardinhas – Foto de João Pedro de Carvalho | Todos os Direitos Reservados

Para o fim fica aquele que mais gostei, que mais agradou e que mais depressa desapareceu das garrafas, o Encostas de Caiz Grande Escolha Avesso 2014. Conquista no imediato pelo combo entre fruta ligeiramente exótica com toque de pêra e citrinos ao que se junta o aroma floral. Perfumado e convidativo mostra um fundo marcado pela mineralidade, muito boa capacidade de revitalizar o palato com pratos de gastronomia oriental onde o tempero mais forte costuma imperar. Neste caso todos os vinhos serviram para acompanhar umas belíssimas sardinhas assadas no carvão.

Quinta de Santiago

Texto José Silva

Quinta de Santiago, mesmo à entrada de Monção, em plena sub-região de Monção e Melgaço, a terra de eleição do vinho Alvarinho.

Blend-All-About-Wine-Quinta de Santiago quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago

Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Uma propriedade muito antiga, pertencente à mesma família há várias gerações e onde se produzem uvas da casta Alvarinho. A filha dos actuais proprietários, advogada de profissão, é a responsável pela produção e distribuição dos vinhos desta quinta, uma paixão que nasceu inesperadamente mas que tem uma explicação bem interessante. Quando era tempo de férias a Joana e o seu irmão passavam esses três meses separadamente, ele em casa duns avós, a Joana em casa dos avós de Monção, ou seja, na Quinta de Santiago.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Alvarinho-Grapes quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Alvarinho Grapes

Vinhas de Alvarinho – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-2 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago 2

Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

E começou então o seu apego à terra, aprendeu a reconhecer os aromas, a colher frutas e legumes e, em chegando o tempo, assistir às vindimas e ver pisar as uvas, ajudar no que fosse preciso e preparar tudo para que o vinho dali resultante ficasse bem acondicionado.

Criou laços muito fortes com a avó, que naquele tempo vendia o vinho para cafés e mercearias locais, guardando uma pequena quantidade para consumo da casa.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-3 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago 3

Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Mas quando apareceu a regulamentação, a avó passou a vender as uvas, mantendo alguma quantidade para fazer o vinho próprio. Apesar do pai da Joana acalentar o sonho de fazer vinho para entrar no mercado, foi a sua avó que, aos 86 anos de idade, desafiou o filho e a neta a elaborar um projecto em conjunto para produzir o seu vinho. Ambos lhe deram ouvidos e assim nasceu, em 2009, o projecto da Quinta de Santiago, sendo a sua primeira vinificação em 2011.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-4 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago 4

Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Wine-Cellar quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Wine Cellar

Adega Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Hoje a viver com o marido em Ovar, Joana Santiago divide a sua vida entre a advocacia e a produção de vinho em Monção, onde inaugurou recentemente a nova adega, projectada e construída pelo marido em tempo recorde.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Wine-Cellar-2 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Wine Cellar 2

Adega Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Wine-Cellar-3 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Wine Cellar 3

Adega Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

 Moderna e muito funcional, bem equipada, é o novo “vício” da Joana, que ali passa os dias sempre que pode, acompanhando tudo o que se relaciona com a produção dos seus dois vinhos: o Alvarinho e o Reserva.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Old-Wine-Cellar quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Old Wine Cellar

Antiga Adega Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Old-Wine-Cellar-2 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Old Wine Cellar 2

Antiga Adega Quinta de Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Mas mantém a velha adega funcional, por baixo da casa de habitação, para provas de vinho e refeições de grupo. Feiras, festivais e concursos fazem hoje parte da sua vida, um pouco por todo o país e mesmo lá fora, onde o seu vinho tem vindo a merecer os maiores elogios, numa produção anual de cerca de 15.000 garrafas.

Os vinhos são um sucesso, muito apreciados, e hoje são também um negócio, em que a Joana é claramente a líder e a cara deste verdadeiro projecto de vida.

Blend-All-About-Wine-Quinta de Santiago-Alvarinho-2013 quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Alvarinho 2013

Quinta de Santiago Alvarinho 2013 in quintadesantiagoalvarinho.blogspot.pt

Blend-All-About-Wine-Quinta de Santiago-Reserva quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Reserva

Quinta de Santiago Reserva Segredo da Avó 2013 in quintadesantiagoalvarinho.blogspot.pt

O Quinta de Santiago Alvarinho de 2013 é um típico Alvarinho, que se apresenta cheio de mineralidade, com muita fruta tropical, típica destes vinhos, citrinos, pêssego, maracujá, notas de flores do monte. Na boca mantém a intensidade da fruta branca, tem frescura e uma acidez óptima, belo volume e sempre a mineralidade tão característica, tudo a fazer deste vinho um Alvarinho muito elegante.

O Quinta de Santiago Reserva “Segredo da Avó” 2013 é um vinho sério, cheio de complexidade no nariz, ainda com alguma fruta branca exótica, notas suaves de fumo, levemente tostado, a denotar o estágio em barricas. Na boca tem estrutura, é cheio mas ao mesmo tempo muito elegante, persistente, fresco, com acidez bem presente, ainda com fruta madura e notas ligeiras de especiarias e sempre aquela deliciosa mineralidade, num vinho muito gastronómico.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-Santiago-Joana-Santiago quinta de santiago Quinta de Santiago Blend All About Wine Quinta de Santiago Joana Santiago

Joana Santiago – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

São os “meninos” de Joana Santiago, uma “Alvarinholover” assumida…

Contactos
Quinta de Santiago
Rua D. Fernando, 128, Cortes – Monção
4950-542 Mazedo
Tel: (+351) 917557883
E-mail: wine@quintadesantiago.pt
Website: quintadesantiagoalvarinho.blogspot.pt

Vinho Verde Wine Fest…não há outra festa assim!

Texto José Silva

Foi a segunda edição dum festival que veio literalmente para ficar. Relativamente ao primeiro, que se realizou em 2014, foram feitas algumas rectificações e o festival mudou para a ala nascente exterior da Alfandega do Porto, disponibilizando o dobro do espaço e um parque de estacionamento para os expositores. E com uma melhor dispersão das áreas de restauração, cujo número também aumentou, beneficiando duma praça central, com muitas mesas e cadeiras.

Blend-All-About-Vinho Verde-Wine-Fest-Douro-river vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest Douro river

Rio Douro – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Com o rio Douro sempre ali bem presente, a marcar uma paisagem única onde até o tempo ajudou, mesmo à noite, com temperaturas muito amenas, a prolongar o prazer da conversa com um copo de vinho verde na mão.

Blend-All-About-Vinho Verde-Wine-Fest-30-Producers vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest 30 Producers

30 Produtores – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Vinho Verde-Wine-Fest-200-Wines vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest 200 Wines

Mais de 200 vinhos – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Foram quatro dias muito intensos, em que os 30 produtores presentes deram a provar mais de 200 vinhos e onde, no balcão dos cocktails, se preparavam propostas muito interessantes, como por exemplo um cocktail com verde tinto de vinhão, que se revelou sensacional.

Blend-All-About-Vinho Verde-Wine-Fest-4-Intense-Days vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest 4 Intense Days

4 dias intensos – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Vinho Verde-Wine-Fest-Cocktail-Bar vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest Cocktail Bar

Cocktail Bar – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

O que por vezes fazia com que a fila fosse enorme!! Para completar tudo isto os cinco restaurantes e as quatro tasquinhas presentes, chegaram para todas as solicitações, desde o sushi às sandes de leitão, passando por petiscos tradicionais, comida de autor, pregos, hamburgueres e bifanas, presunto e até pão de ló. Entretanto e logo a seguir à abertura das portas, começavam as provas comentadas, divididas por duas salas, sempre esgotadas, tal o interesse dum público cada vez mais informado, até porque tem ali oportunidade de provar algumas novidades, apresentadas e comentadas pelos próprios enólogos, permitindo um diálogo directo com quem faz os vinhos e tem sempre muito a partilhar.

Blend-All-About-VV-Wine-Fest-Luis-Lopes vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest Luis Lopes

Luís Lopes – – Foto Cedida por Vinho Verde | Todos os Direitos Reservados

Também houve provas comentadas por jornalistas do sector, e desta vez tivemos a presença de dois prestigiados jornalistas da Revista de Vinhos: Nuno Garcia e o próprio director desta revista, Luís Lopes. Do outro lado do recinto estava a sala dedicada em exclusivo aos showcookings. E foram 20 showcookings durante os quatro dias! Eu tive o privilégio de os acompanhar a todos, propondo para cada um dois vinhos que pudessem harmonizar com aquilo que os chefes iam propondo.

Blend-All-About-VV-Wine-Fest-Emília-Jackson vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest Em  lia Jackson

Emília Jackson – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Também aqui houve uma novidade, a presença, logo no primeiro dia, de Emilia Jackson, a já célebre chefe que ficou em terceiro lugar no Masterchef australiano, uma simpática australiana a viver em Londres, que teve a ajudá-la uma não menos simpática Joana, também terceira classificada, mas no Masterchef português.

Claro que o público aderiu em massa, colocando alguns problemas à organização para explicar que não havia mais lugares.

Blend-All-About-VV-Wine-Fest-real-party-mood vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest real party mood

Ambiente de Festa – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Vinho Verde-Wine-Fest-RFM vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest RFM

RFM – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

A dar um excelente ambiente a isto tudo, música muito bem escolhida, que à noite subia de tom e punha os corpos a mexer, num verdadeiro ambiente de festa, pois era mesmo disso que se tratava, da festa do vinho verde.

A RFM, sempre presente, ia fazendo entrevistas e dando informações, muitas delas em directo, fazendo também com que muito mais gente rumasse ao festival.

Blend-All-About-VV-Wine-People of all ages were there vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine People of all ages were there

Pessoas de todas as idades – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Por ali passaram pessoas de muitas idades, mas foi muito interessante ver gente jovem a apreciar os muitos vinhos verdes, comer um petisco e acima de tudo divertir-se e dar um toque salutar de juventude ao evento.

Blend-All-About-VV-Wine-big-and-young-team vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine big and young team

Uma equipa vasta e jovem – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Jovem era também a vasta equipa de produção do evento, da empresa Offe, incansáveis e a colocar no terreno toda uma experiência e sabedoria que faz toda a diferença. No sábado, o dia mais longo do festival, passava já das 3:30 da madrugada quando os últimos visitantes abandonaram o recinto…

Blend-All-About-VV-Wine-Fest-120-Old-Cars vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest 120 Old Cars

O parque de estacionamento foi “invadido” por 120 automóveis antigos – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

No último dia, domingo, o parque de estacionamento foi “invadido” por 120 automóveis antigos, num ambiente de grande beleza, que também atraiu muita gente. As portas fecharam à 20:00, mas eram já quase 22:00 quando a festa acabou mesmo!!

Está de parabéns a Comissão dos Vinhos Verdes, o seu presidente e toda a sua equipa de profissionais, sempre presentes, acompanhando a par e passo o evento.

Blend-All-About-VV-Wine-Fest-The promise of next year's edition was broadly advertised vinho verde Vinho Verde Wine Fest...não há outra festa assim! Blend All About VV Wine Fest The promise of next years edition was broadly advertised

Com a garantia amplamente divulgada de que para o ano há mais – Foto de José Silva | Todos os Direitos Reservados

Com a garantia amplamente divulgada de que para o ano há mais.

O Vinho Verde Wine Fest 2015 foi mesmo isso, uma grande festa do vinho verde…

Vale dos Ares um Alvarinho Consensual

Texto João Pedro de Carvalho

Voltei às minhas origens e à terra que me viu nascer (Vila Viçosa) e é por aqui que tenho andado nos últimos dias em modo de mini férias. Tempo que aproveito para rever e visitar alguns amigos e para matar saudades de casa. É por isso espectável e natural que nestes momentos o ponto alto seja quase sempre à mesa, onde para além da gastronomia se partilha também o vinho e a boa disposição.

Neste último jantar em que estive foram bastante variados os vinhos que marcaram presença à mesa. Curioso verificar que em quase todos esses vinhos à medida que foram sendo bebidos iam sendo acompanhados dos mais variados comentários. Aqui como em todo o lado chega aquele momento em que apenas se bebe e conversa, em que o vinho em causa parece ainda que de forma errónea ter ficado esquecido e sem direito a grande discussão de parte dos presentes. Será pois um vinho que reúne um consenso mais generalizado entre o gosto dos presentes, aquele que agradou de tal forma que ninguém teceu qualquer comentário, costuma-se dizer que quem cala consente, terá sido esta a razão do silêncio.

Blend-All-About-Wine-Vale dos Ares 2014 vale dos ares Vale dos Ares um Alvarinho Consensual Blend All About Wine Vale dos Ares 2014

Vale dos Ares Alvarinho 2014 – Foto de João Pedro de Carvalho | Todos os Direitos Reservados

Um desses vinhos foi o Vale dos Ares Alvarinho 2014 oriundo da Região dos Vinhos Verdes produzido por Miguel Queimado (MQ Vinhos) com enologia de Gabriela Albuquerque. É um Alvarinho que não se deixa cair em tentações levianas, não peca nem pelo excesso de exotismo nem pela falta de afirmação, mora ali na rua do meio. Mas o morar na rua do meio não significa que seja descaracterizado, nada disso, é todo ele bem-apessoado, senhor do seu nariz, mostra-se sério e convincente envolto numa bonita e fresca fragrância. Elegante e harmonioso, fresco e convidativo, melhora com algum tempo de copo, com uma prova de boca fresca e marcada pela fruta, equilíbrio e uma estrutura firme embora flexível pelo que o vinho parece que se molda ao nosso palato, muito por causa da batonage a que foi sujeito. Nada a dizer pois claro a não ser como alguém disse à mesa… Deste já não há mais?

Contactos
MQ Vinhos, Unipessoal Lda
Quinta do Mato, sn, Lugar do Mato
4950-740 Sá-MNC
Tel: (+351) 251 531 775
Telemóvel: (+351) 934 459 171
Email: info@mqvinhos.pt
Site: mqvinhos

Os Afectus da Quinta de Curvos

Texto João Pedro de Carvalho

Com mais de quatro séculos de história, remonta a 1600, muitas são as lendas e “estórias” que lhe estão na origem, muitas delas contadas pelos diversos espaços envolventes, desde o antigo palacete às grutas, passando pelo lago, jardins e vinhedos. No total são cerca de 16 hectares, toda murada sobre si a Quinta ganhou uma nova alma em 1976 com a sua aquisição por parte dos actuais donos e ainda hoje é uma empresa 100% familiar que, conta já com a dedicação da segunda geração para dar continuidade ao projeto.

Blend-All-About-Wine-Afectus-by-Quinta-de-Curvos Os Afectus da Quinta de Curvos Os Afectus da Quinta de Curvos Blend All About Wine Afectus by Quinta de Curvos

Quinta de Curvos – Foto de M&A Creative | Todos os Direitos Reservados

As vinhas que se encontram em regime de protecção integrada estendem-se ao longo de 27 hectares distribuídos por quatro propriedades situadas em Forjães, Ponte de Lima e Barcelos. A influência atlântica e os solos graníticos marcam o perfil dos vinhos, algo que se comprovou durante a prova de três exemplares da gama Afectus. Esta gama de vinhos foi buscar inspiração ao afeto e paixão à terra, com rótulos cuja imagem representa as centenárias camélias existentes na Quinta de Curvos.

Blend-All-About-Wine-Afectus-by-Quinta-de-Curvos-Loureiroo Os Afectus da Quinta de Curvos Os Afectus da Quinta de Curvos Blend All About Wine Afectus by Quinta de Curvos Loureiroo

Afectus Loureiro 2014 – Foto de M&A Creative | Todos os Direitos Reservados

O Afectus Loureiro 2014 (Vinho Verde) foi o que causou menos impacto dos três vinhos provados, fresco e marcado pela fruta (maçã vermelha com pêssego vermelho) sem mostrar uma grande exuberância, combina aromas de flor de tília, louro com um fundo de pederneira. Acidez bem equilibrada na prova de boca com presença da fruta em final mediano.

Blend-All-About-Wine-Afectus-by-Quinta-de-Curvos-Alvarinho Os Afectus da Quinta de Curvos Os Afectus da Quinta de Curvos Blend All About Wine Afectus by Quinta de Curvos Alvarinho

Afectus Alvarinho 2014 – Foto de M&A Creative | Todos os Direitos Reservados

Enquanto os outros dois vinhos são Vinho Verde, o Afectus Alvarinho 2014 apresenta-se como um Regional Minho. Mais austero que o anterior, aromas mais delineados com maior presença e a frescura a impor-se com notas de líchia, pêssego, limão e erva-cidreira. Algo fechado a dar indicações de que mais um tempo em garrafa apenas o irá beneficiar. Na boca tem muito boa presença da fruta com a líchia em destaque ao lado de um pêssego maduro e sumarento, fundo fresco e saboroso com ligeiríssima austeridade mineral.

Blend-All-About-Wine-Afectus-by-Quinta-de-Curvos-Rosé Os Afectus da Quinta de Curvos Os Afectus da Quinta de Curvos Blend All About Wine Afectus by Quinta de Curvos Ros

Afectus Rosé 2014 – Foto de M&A Creative | Todos os Direitos Reservados

Este Rosé foi uma alegre e refrescante surpresa que me caiu no copo, dele fazem parte as castas tintas características da região, Vinhão e Espadeiro. O vinho conquista pela frescura, pela forma como a fruta (morango, cereja) rechonchuda e sumarenta escorre de sabor ao mesmo tempo que o fundo se mostra seco e mineral. Tudo isto aparece envolto numa fina capa fumada num vinho que tem tudo para brilhar no pico do calor que se avizinha. Já agora, experimentem acompanhar com carne grelhada, o resultado é fantástico.

Peixe + Vinho Branco = Portugal

Texto João Pedro de Carvalho

Portugal é actualmente o país da União Europeia com o maior consumo anual por pessoa de pescado, e o terceiro do mundo, só ultrapassado pela Islândia e pelo Japão. A realidade é que Portugal se pode gabar de ter nas suas águas o melhor pescado do Mundo, este facto tem sido amplamente reconhecido por alguns dos melhores Chefes de Cozinha do Mundo. É dito e sabido que das nossas lotas voam diariamente nobres exemplares para os melhores restaurantes do planeta. No aspecto do consumo é necessário o consumidor ter a consciência de que se tem de contribuir para um consumo sustentável das espécies, em que só assim se poderá manter o equilíbrio das cadeias alimentares marinhas.

Blend-All-About-Wine-Fish-Whit-Wine-Portugal-Mar-de-Portugal Peixe + Vinho Branco = Portugal Peixe + Vinho Branco = Portugal Blend All About Wine Fish Whit Wine Portugal Mar de Portugal

Mar de Portugal – Foto de Ciência Viva | Todos os Direitos Reservados

Ciência Viva lançou um catálogo “As espécies mais populares do mar de Portugal” onde são apresentadas as principais espécies de maior interesse económico de pescado do mar de Portugal que chegam à nossa mesa. No total, foram selecionadas vinte espécies de peixes, três espécies de cefalópodes, três espécies de bivalves e três espécies de crustáceos. Para cada uma das espécies apresentadas descrevem-se resumidamente as principais características morfológicas assim como o habitat, etc. Para todos os interessados está disponível de forma gratuita aqui.

Blend-All-About-Wine-Fish-Whit-Wine-Portugal-Peixes-do-Mar-de-Portugal Peixe + Vinho Branco = Portugal Peixe + Vinho Branco = Portugal Blend All About Wine Fish Whit Wine Portugal Peixes do Mar de Portugal

Peixes do Mar de Portugal – Foto de Ciência Viva | Todos os Direitos Reservados

Ora se no pescado damos cartas, é no campo dos vinhos brancos que começamos a ganhar pontos e sem dúvida alguma que nos dias de hoje Portugal dispõe dos melhores brancos, quer em perfil quer em qualidade, para acompanhar na perfeição o pescado que nos chega à mesa. O Homem pensa com o estômago, facto este que associa a cozinha regional ao tipo de vinho ali produzido, basta pensar que as melhores ligações são produzidas entre cozinha + vinho de determinada região. No vinho branco o salto qualitativo que foi dado nas últimas duas décadas em Portugal tornou tudo isto possível e hoje em dia não haverá melhor ligação com o nosso pescado do que o nosso vinho, o Vinho de Portugal.

Blend-All-About-Wine-Fish-Whit-Wine-Portugal-Allo-2014 Peixe + Vinho Branco = Portugal Peixe + Vinho Branco = Portugal Blend All About Wine Fish Whit Wine Portugal Allo 2014

Allo 2014 – Foto de João Pedro de Carvalho | Todos os Direitos Reservados

Um desses exemplos é o Allo 2014, criado na Quinta de Soalheiro (Vinhos Verdes) e que resulta do lote entre Alvarinho e Loureiro. Enquanto a casta Alvarinho lhe dá toda a estrutura e vigor, a casta Loureiro contribui com toda a parte exuberante, o resultado é um branco viciante com apenas 11% Vol que se bebe de forma tão descontraída que quando damos conta a garrafa já acabou. Um verdadeiro vinho de esplanada, que cheira a Verão, a pedir marisco ou como foi o caso uns Pargos assados no forno, combinando toda a frescura dos aromas e sabores com uma acidez revigorante que limpa por completo o palato e pede sempre mais um trago. Se quiser saber mais sobre a Quinta de Solheiro e os seus vinhos, veja aqui.

Contacts
Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica
Parque das Nações, Alameda dos Oceanos Lote 2.10.01, 1990-223 Lisboa, Portugal
Tel: (+351) 21 898 50 20 / 21 891 71 00
Fax: (+351) 21 898 50 55 / 21 891 71 71
Website: www.cienciaviva.pt

Quinta de Soalheiro
Alvaredo . Melgaço
4960-010 Alvaredo
Tel: (+351) 251 416 769
Fax: (+351) 251 416 771
Email: quinta@soalheiro.com
Website: www.soalheiro.com

João Portugal Ramos Loureiro 2013, os prazeres acessíveis do Vinho Verde

Texto João Pedro de Carvalho

A aventura de João Portugal Ramos no mundo do vinho começou em 1980. Chegou a andar pelo Dão, Lisboa e Setúbal, mas nos dias de hoje apenas conta com presença nas regiões do Alentejo, Tejo, Beiras e Douro.

Os canais internacionais de distribuição pediram-lhe um Vinho Verde e foi isso que o fez lançar em 2011 o seu primeiro vinho daquela região, o Lima Loureiro em exclusivo para o mercado Americano.

Consolidado o projecto sediado em Monção, investimento que rondou 1 milhão de euros, lançou com sucesso na colheita de 2012 o João Portugal Ramos Alvarinho (Portugal, UK e USA).

joao-portugal-ramos-loureiro-the-inexpensive-pleasures-of-vinho-verde João Portugal Ramos Loureiro 2013, os prazeres acessíveis do Vinho Verde João Portugal Ramos Loureiro 2013, os prazeres acessíveis do Vinho Verde joao portugal ramos loureiro the inexpensive pleasures of vinho verde

João Portugal Ramos Loureiro 2013 – Foto de João Pedro de Carvalho | Todos os Direitos Reservados

Chega agora a vez de lançar no mercado Português e com igual sucesso o João Portugal Ramos Loureiro 2013 (3,79€ PVP). Um vinho de aroma fresco e elegante, citrinos, erva-príncipe, ervas de cheiro combinadas com mineralidade de fundo. No palato mostra boa acidez e sabor refrescante com bom final de boca. Sob a influência marítima, a região dos Vinhos Verdes tem nos seus vinhos um verdadeiro símbolo de boas vindas ao verão, resultando numa harmonia perfeita com marisco, ceviche ou simplesmente como vinho de esplanada.

Contactos
João Portugal Ramos Vinhos S.A.
Vila Santa
7100-149 Estremoz
Portugal
Tel.: (00 351) 268 339 910
Fax.: (00 351) 268 339 918
www.jportugalramos.com