Quinta do Cume, com Provesende a seus pés… Um ávido desejo por lagostim

Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes

Texto João Barbosa

A família Bergvist chegou a Portugal para produzir pasta de papel, a partir da madeira de pinheiro, instando-se em Albergaria da Serra, junto Rio Caima, perto de Constância, banhada pelo Tejo. Mais tarde passaria a utilizar o eucalipto.

O engenheiro sueco D. E. Bergqvist depressa aprendeu onde fica a cidade do Porto, vindo a casar-se com Claire Feueheerd, proveniente duma família no negócio do Vinho do Porto desde 1815. A Quinta de La Rosa, junto ao Pinhão, foi dada presente pelo técnico à sua apaixonada.

Blend-All-About-Wine-Quinta de la Rosa-Main quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa Main

Quinta de La Rosa – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

A data de 1815 é importante, pois foi é a data da Batalha de Waterloo e do fim do império de Napoleão. O antepassado Feueheerd veio para a cidade Porto, uma vez que precisava de reconstruir a vida, visto ter estado do lado do imperador francês enquanto político da cidade livre hanseática de Bremen. Curiosamente chegou a um país que lutou contra França e instalou-se numa cidade com forte presença inglesa nos negócios.

A propriedade chamava-se Quinta dos Bateiros e do outro lado fica a Quinta das Bateiras e um presente deve ser único, nomeadamente no nome. Porquê La Rosa? Sim, uma propriedade no Douro com um nome castelhano? Para mais com as diferentes origens da família… É que o pai de Sophia Bergqvist – que hoje dirige o negócio – tinha uma marca de Xerez chamada La Rosa. Ainda assim devo sublinhar que o artigo «La» foi usado durante séculos em português, como a famosa nau «Flor de La Mar» que se afundou com um enorme tesouro, em 1512.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-Tim-Bergqvist quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa Tim Bergqvist

Sophia e Tim Bergqvist – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

É um passado distante, que daria para horas. A história recente da Quinta de La Rosa tem um marco no ano de 1988, quando produziu o seu primeiro vinho. Até essa data, os Bergqvist vendiam as uvas à Sandeman, um negócio iniciado em 1938. Apenas em 1985 é que o Vinho do Porto passou a poder estagiar no Douro, deixando de ser obrigatório fazê-lo em Gaia. Mas «o primeiro vinho a sério foi em 1991», diz Sophia Bergqvist.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-The-Vines quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa The Vines

As vinhas íngremes – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

A Quinta de La Rosa é muito íngreme e com diferentes exposições solares. A conjugação dos factores luz, temperatura e altitude contribuem para a complexidade dos seus vinhos. Jorge Moreira, o enólogo, garante que ali os vinhos só podem sair muito concentrados, pois é a natureza que o impõe.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-Jorge-Moreira quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa Jorge Moreira

Jorge Moreira – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Penso que os tintos saem beneficiados, embora os brancos não deixem de ser de grande qualidade. O Quinta de La Rosa Branco 2014 traduz-se em mineralidade e notas de casca de limão verde e de pêra pouco madura. É um lote de gouveio, rabigato, malvasia, viosinho e códega de larinho.

O Quinta de La Rosa Branco Reserva 2014 é mais potente e exige comida na mesa. É bem seco e fresco, dominando os aromas de limão e tangerina, com notas abaunilhadas. Aqui, o carácter mineral é menos evidente. As castas são as mesmas do anterior.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-white quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa white

Quinta de La Rosa branco – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-white-reserva quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa white reserva

Quinta de La Rosa branco Reserva – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-rose quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa rose

Quinta de La Rosa Rosé – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

O Quinta de La Rosa Rosé 2014 ficou aquém do que esperava. A soma das uvas de touriga nacional, touriga franca, tinta barroca e tinta roriz não transmitiram o Douro. Não sendo pesado, os 13,5% de álcool tornam-no contra-indicado para o almoço.

Os primeiros vinhos que conheci da Quinta de La Rosa foram os tintos e logo me apaixonei. Penso que estão uns socalcos acima dos brancos e bem acima do rosado. O douROSA Tinto 2013 é um retrato do Douro que mais gosto, com a terra de xisto e as ervas bravias secas. É seco sem ser austero e fez-se com touriga nacional, touriga franca, tinta barroca e tinta roriz.

O Quinta de La Rosa Tinto 2012 partilha esses traços identitários com o anterior e acrescenta alfarroba, menta, pimenta branca. É longo na boca. Um belíssimo vinho.

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-dourosa-red quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa dourosa red

douROSA tinto – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-red quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa red

Quinta de La Rosa tinto – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-red-reserva quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa red reserva

La Rosa Reserva tinto – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Blend-All-About-Wine-Quinta-de-la-Rosa-port-vintage quinta de la rosa Quinta de La Rosa – vinhos concentrados e elegantes Blend All About Wine Quinta de la Rosa port vintage

Quinta de La Rosa Vintage Port – Foto Cedida por Quinta de La Rosa | Todos os Direitos Reservados

Um grande vinho – mesmo grande – é o La Rosa Reserva Tinto 2012. Tem tudo o que se pode esperar da região, desde a mineralidade do xisto, às cerejas, framboesas, geleia de morango, gomas pretas e chocolatinhos After Eight. Taninos muito agradáveis, vai como veludo. É fresco… e são 14,5% de álcool. Quase todo de touriga nacional, com uma parte de touriga franca.

O Quinta de La Rosa Port Vintage 2012 ainda está fechado, vai revelando alfarroba, cereja e um ramalhete de notas florais ainda pouco nítidas. É untuoso e vai longo. Dêem-lhe uns anos.

Contactos
Quinta de la Rosa
5085-215 Pinhão
Portugal
Tel: (+351) 254 732 254
Fax: (+351) 254 732 346
E-mail:holidays@quintadelarosa.com
Website: www.quintadelarosa.com

      About João Barbosa
      Wine Writer Blend | All About Wine

      Leave a Reply

      Your email address will not be published.