VINHAS DA IRA – UM ÍCONE DESCONHECIDO!?

É nas terras quentes do Baixo Alentejo, bem perto da cidade de Beja, que se encontra a Herdade da Mingorra.   Propriedade de enorme beleza, com cerca de 1400 hectares de extensão total, várias bacias hidrográficas e uma fauna diversificada, da qual se destacam as muitas perdizes que por lá proliferam e parecem conviver harmoniosamente…

QUINTA NOVA DE NOSSA SENHORA DO CARMO

Qualidade, Rigor e…Un Petit Quelque Chose! O nome da Quinta não é só Quinta Nova, como vulgarmente é conhecida, mas sim – Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo. Um nome um bocadinho grande, é certo, e que se prende sempre a algumas dúvidas e questões junto dos diferentes visitantes. Uma vez chegados à Quinta…

Caiado(s) de fresco

Texto João Pedro de Carvalho
Situada em Campo Maior, fica a Adega Mayor de onde nos chegam estas três referências da marca Caiado, que funcionam como entrada de gama do referido produtor. Apresentaram-se na última colheita (2015) com uma nova roupagem, pelo que se pode dizer que estão caiados de fresco.

Herdade do Mouchão, Tonel 3-4 2011

Texto João Pedro de Carvalho
Ouvir falar em Herdade do Mouchão é lembrar no imediato de grandes vinhos que têm vindo a deliciar gerações de apreciadores, o seu nome teve a capacidade de se afirmar com o passar dos anos num dos ícones indiscutíveis do Alentejo, um vinho que faz parte do desejo de qualquer enófilo e é sem dúvida alguma um dos grandes produtores a nível nacional.

Meruge, o charme da Lavradores de Feitoria.

Texto João Pedro de Carvalho
As mais recentes colheitas do vinho Meruge, branco e tinto, foram recentemente apresentadas na Taberna da Rua das Flores. Esta marca criado pela Lavradores de Feitoria (Douro), teve direito a uma vertical de cinco tintos e cinco brancos, com a respectiva palestra dada pelo enólogo responsável, Paulo Ruão.